12:28 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Soldados do Exército sírio, integrantes de forças de segurança e civis inspecionam local de dois bombardeios em Homs, Síria

    Correspondente-stringer do RT é morto na província de Homs por fogo de mísseis

    © REUTERS / SANA/Handout via Reuters
    Oriente Médio e África
    URL curta
    125
    Nos siga no

    Vítima do fogo de mísseis do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e muitos outros países), na província síria de Homs morreu um correspondente-stringer do canal RT.

    Khaled Alkhateb, jornalista da redação árabe do canal RT, morreu no subúrbio oriental da cidade de Homs, na Síria.

    Khaled, que tinha 25 anos, filmou uma reportagem sobre o exército sírio e sua operação antiterrorista. O repórter começou trabalhando no canal há pouco tempo.

    O serviço de imprensa do canal confirmou a morte do seu funcionário que estava filmando uma matéria sobe a atividade antiterrorista do exército sírio na região de Al-Sukhnah.

    Uma fonte do exército sírio disse à Sputnik que, além do correspondente-stringer morto, um operador de câmara independente também ficou ferido com gravidade.

    A editora-chefe do canal RT, Margarita Simonyan, expressou as condolências por causa da morte do jornalista.

    "Um correspondente-stringer que colaborava com o nosso canal árabe morreu hoje na Síria. É uma tragédia para a família, para seus colegas e para todos os que o conheciam…", escreveu Simonyan no seu Twitter.

    Tags:
    jornalista, morte, RT Arabic, RT, Homs, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar