03:39 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Exercícios de sistemas de mísseis Fateh, Irã, 2012 (foto de arquivo)

    Irã rejeita novas sanções de Washington e mantém programa de mísseis

    © AFP 2019 / Arash Khamoushi / ISNA
    Oriente Médio e África
    URL curta
    7111
    Nos siga no

    O Irã critica as novas sanções impostas pelo Congresso dos EUA e continuará a desenvolver seu programa de mísseis balísticos, comunica Teerã.

    No sábado (29) o Irã condenou as novas sanções aprovadas pelo Congresso dos EUA contra o seu programa de mísseis, sanções que o presidente Donald Trump está pronto para aprovar. O Irã afirma que vai manter seu programa de mísseis.

    "Continuaremos em força com o nosso programa de mísseis", disse o porta-voz do Ministério do Exterior, Bahram Ghasemi, à emissora estatal IRIB, citado pela agência AFP.

    "Consideramos as ações dos EUA como hostis, repreensíveis e inaceitáveis e isto é um esforço para enfraquecer o acordo nuclear", acrescentou Ghasemi, referindo-se ao acordo de 2015 com os Estados Unidos e outras potências mundiais, que permitiu levantar algumas sanções anteriormente aplicadas a Teerã.

    O projeto de lei sobre novas sanções, que também visa a Rússia e a Coreia do Norte, foi aprovado pelo Senado dos Estados Unidos na quinta-feira (27), dois dias depois de ter sido aprovado pela Câmara de Representantes.

    A porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, disse na sexta-feira que o presidente Donald Trump vai assinar o projeto de lei.

    Mais:

    Senado dos EUA vota sanções contra Rússia, Irã e Coreia do Norte
    Senadores dos EUA chegam a acordo quanto a sanções à Rússia, Irã e Coreia do Norte
    Rouhani: Irã 'fortalecerá as capacidades defensivas' em resposta às sanções dos EUA
    Tags:
    programa de mísseis balísticos iraniano, sanções, Irã, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar