13:43 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Milicianos curdos do YPG correm nas ruas de Raqqa

    Menos de 2 mil combatentes do Daesh permanecem em Raqqa, na Síria

    © REUTERS/ Goran Tomasevic
    Oriente Médio e África
    URL curta
    350

    Cerca de 2 mil combatentes do grupo terrorista Daesh permanecem na sua autoproclamada capital Raqqa, na Síria, informou o porta-voz da coalizão internacional liderada pelos EUA, coronel John Dillon, durante uma coletiva de imprensa nesta quinta-feira.

    "Cerca de 45 por cento da cidade está sob o controle das Forças Democráticas da Síria", disse Dillon a repórteres. "Nós estimamos que menos de 2 mil combatentes do ISIS [Daesh] ainda permanecem em Raqqa".

    O militar notou que as Forças Democráticas da Síria estão encontrando resistência firme, porém esporádica, dos combatentes do Daesh entrincheirados na cidade.

    Raqqa permaneceu sob o controle do Daesh desde 2013. A operação para libertar a cidade foi iniciada pelas Forças Democráticas da Síria, formadas por tropas curdas e árabes, com apoio da coalizão internacional liderada pelos EUA, no início de junho deste ano.

    Mais:

    Oposição síria nega participação de 'exército' LGBT nos combates em Raqqa
    Exército sírio cria corredores humanitários para evacuar civis de Raqqa
    Damasco recupera 4 campos petrolíferos em Raqqa e Deir ez-Zor
    Forças Democráticas da Síria: erro da coalizão dos EUA matou 30 combatentes em Raqqa
    Forças Democráticas da Síria apoiadas pelos EUA cercam completamente a cidade de Raqqa
    Exército sírio retoma cidade histórica próxima de Raqqa do Daesh
    Tags:
    Daesh, John Dillon, Raqqa, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik