09:54 20 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Forças dos EUA acompanhadas pelos combatentes da YPG na fronteira turco-síria

    Ex-militar turco: apoiando os curdos, americanos querem se consolidar na região

    © AFP 2018 / DELIL SOULEIMAN
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Dados delicados sobre bases dos EUA na Síria (6)
    727

    A agência de notícias turca Anadolu publicou recentemente dados sobre o desdobramento de bases militares norte-americanas na Síria. Estas informações geraram mais uma espiral de tensão entre os dois países.

    O major-general retirado turco Armagan Kuloglu, em uma entrevista para a Sputnik Turquia, destacou que a luta contra o Daesh (grupo terrorista, proibido na Rússia) na Síria, se olharmos de outro ângulo, há muito tempo que saiu dos limites da simples luta antiterrorista.

    "O objetivo aqui é mais do que a simples derrubada do Daesh, se trata de como, depois disso, obter o papel principal na reconstrução da Síria, em particular, na criação de um Estado curdo no norte do país", explicou ex-militar.

    Na operação de libertação de Raqqa, apesar do apoio que a Turquia tinha oferecido aos EUA, estes apostaram no Partido da União Democrática (PYD), considerado terrorista na Turquia. Após a operação de libertação da cidade, os combatentes deste partido exigirão contrapartidas e estas serão a proclamação de um Estado curdo no norte da Síria, adverte Armagan Kuloglu, acrescentando que isto representa uma ameaça direta para Turquia.

    "Os EUA apoiam o PYD fornecendo armas e munições. Além disso, eles [os norte-americanos] instalaram bases no norte da Síria e assim consolidaram mais as posições curdas", declarou o militar retirado.

    Ele esclareceu que a decisão da Turquia de revelar informações sobre as bases norte-americanas na Síria é explicada por a Turquia não desejar a criação de um Estado curdo. Armagan Kuloglu admitiu que algumas destas informações podem cair nas mãos do Daesh, mas a culpa não é da Turquia, mas sim dos EUA que se recusaram a cooperar com Ancara e optaram pelo PYD.

    Tema:
    Dados delicados sobre bases dos EUA na Síria (6)

    Mais:

    General americano confirma que EUA não têm direito a estar na Síria
    Ancara nega ter fornecido à mídia informações sobre bases dos EUA na Síria
    Lavrov qualifica como ilegal possível instalação de bases militares dos EUA na Síria
    Tags:
    Daesh, Partido da União Democrática (PYD), Síria, Turquia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik