19:58 21 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Doha, Qatar

    Emir do Qatar afirma que está disposto a dialogar para encerrar crise no Golfo Pérsico

    CC BY 2.0 / Juanedc / Doha, Qatar
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Ruptura de relações diplomáticas com Qatar (67)
    320

    O Qatar está disposto a dialogar para resolver o impasse existente com alguns países árabes da região, mas não abrirá mão de sua soberania. Esta é a avaliação emir do Qatar, Tamim bin Hamad Al Thani, que falou sobre o assunto em um pronunciamento transmitido pela Al Jazeera nesta sexta-feira (21).

    "Estamos abertos ao diálogo para resolver todas as questões pendentes, não só para o benefício de nossos povos e governos, mas também para poupar nossa região de esforços inúteis para dissipar nossos ganhos", disse.

    Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Egito e Bahrein cortaram laços diplomáticos e fecharam suas fronteiras com o Qatar em 5 junho, acusando Doha de apoiar grupos extremistas. O Qatar nega veementemente a acusação e argumenta que o rompimento tem motivações políticas.

    Mais tarde, o grupo de países árabes publicou uma lista de 13 demandas para o restabelecimento das relações — pedindo, inclusive, o fechamento da Al-Jazeera, o fim dos laços com o Irã e a expulsão das tropas turcas baseadas no país. Doha negou os pedidos e os considerou uma afronta à sua soberania.

    Tema:
    Ruptura de relações diplomáticas com Qatar (67)

    Mais:

    Crise do Golfo: EUA insistem que países árabes retirem bloqueio sobre Qatar
    Qatar: Para negociar, pare primeiro de se intrometer
    Opinião: informações sobre abertura de base militar iraniana visam pressionar Qatar
    Egito cancela isenção de vistos com Qatar
    Emirados Árabes estaria por trás de ataque hacker que gerou crise diplomática com Qatar
    Militares turcos desembarcam em sua base no Qatar
    Tags:
    Tamim bin Hamad Al Thani
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik