07:52 21 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Rebeldes do Primeiro Batalhão sob o grupo de oposição Exército Livre da Síria participam de treinamento militar em 10 de junho de 2015, nos arredores de Aleppo.

    McCain: fim do apoio à oposição síria é 'jogo a favor' da Rússia

    © AFP 2019 / BARAA AL-HALABI
    Oriente Médio e África
    URL curta
    14010
    Nos siga no

    O influente senador norte-americano, John McCain, teme que o fim do apoio à oposição síria por Washington se transforme em uma vantagem para a Rússia.

    Mais cedo, o jornal Washington Post, citando uma fonte no governo, informou que o presidente dos EUA, Donald Trump, decidiu cancelar o programa da CIA de fornecimento de armas e de treinamento à oposição síria contra o presidente Bashar Assad. A Casa Branca, por outro lado, não confirmou o fim do programa da CIA.

    "Notícias de que a administração encerrou o programa de ajuda à oposição síria — algo irresponsável, míope, joga a favor da Rússia e de Assad", disse McCain em sua conta no Twitter. 

    "Ceder qualquer coisa à Rússia, sem ter uma estratégia ampla na Síria, é irresponsável", completou o senador em um comunicado à imprensa, divulgado a parte. Segundo ele, a administração de Donald Trump ainda não apresentou nenhum conceito para as próximas medidas na Síria e no Oriente Médio.

    "O vetor chave da estratégia americana deve ser o afastamento de Assad do poder", acrescentou o senador.

    McCain chefia o comitê das Forças Armadas do senado norte-americano e é um dos parlamentares mais influentes. Na semana passada, McCain, de 80 anos, passou por uma cirurgia para remoção de um tumor no cérebro.

    O senador retornou ao trabalho nesta quinta-feira, aparentemente sem perder o seu fôlego.

    Tags:
    Senado dos EUA, CIA, Bashar Assad, John McCain, Oriente Médio, Síria, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar