05:33 24 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Soldados do Exército sírio, integrantes de forças de segurança e civis inspecionam local de dois bombardeios em Homs, Síria

    Processo de paz: mais de 150 terroristas depuseram as armas em Homs, na Síria

    © REUTERS/ SANA/Handout via Reuters
    Oriente Médio e África
    URL curta
    593341

    Um grupo de 153 terroristas depôs armas, aproveitando o cessar-fogo para retornar à vida civil, informou à Sputnik uma fonte na província de Homs, na Síria.

    "Um grupo de 153 pessoas nos arredores de Homs entrou para o programa de pacificação nacional, depôs as armas e recebeu anisitia", revelou uma fonte da agência.

    O ministério de Pacificação Nacional da Síria, no âmbito de um programa oficial, tem realizado negociações com cidadãos sírios, que combatem em grupos de oposição armada ou em grupos terroristas. 

    No âmbito do programa, o governo do país ofereceu aos seus cidadãos depor as armas, em troca de um processo de reabilitação, e do retorno à vida civil. Aqueles que entram para o programa são anistiados, segundo um decreto do presidente da Síria, Bashar Assad.

    O maior caso de sucesso do programa do governo sírio aconteceu também na cidade de Homs, em 2014. Na ocasião, 1.500 militantes terroristas, que controlavam o centro da cidade, se renderam.

    Mais:

    O que há por trás da tentativa do Pentágono em construir novas bases no Iraque e na Síria?
    Representante russo na ONU: oposição síria muda de estratégia nas negociações
    Israel destruirá zona de desescalada na Síria?
    Tags:
    armas, processo de paz, Síria, Homs
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik