16:59 05 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    341
    Nos siga no

    O vice-presidente do comitê de Defesa da Duma russa (Câmara Baixa), Yuri Shvytkin, recebeu com cautela a notícia sobre morte do líder da organização terrorista Daesh, Abu Bakr al-Baghdadi.

    Segundo o parlamentar, pode se tratar de uma desinformação, com objetivo de baixar a guarda da comunidade internacional.

    Nesta terça-feira, a emissora Al Sumaria informou que uma fonte no grupo terrorista reconheceu a morte de Baghdadi. Segundo este canal iraquiano, Daesh emitiu um comunicado sobre a morte de Baghdadi e prometeu indicar um novo líder em breve. Nenhum detalhe sobre as circunstâncias da morte não foi revelado.

    "Fica difícil atestar o grau de veracidade disso. Isso pode ter sido feito para baixar a guarda. De todo modo, eu recebo com cautela todas as notícias do tipo, ainda mais quando a fonte são os militantes do Daesh", disse Shvytkin à Sputnik. 

    O parlamentar também disse que, se a morte de Baghdadi for confirmada, o fato provavelmente será motivo de problemas no comando da organização terrorista, com potencial de gerar um conflito interno durante a disputa pela sucessão da liderança.

    Mais:

    Vice-ministro: 'combate ao terrorismo na Síria irá até o fim, com Baghdadi morto ou não'
    Daesh executa um dos seus líderes por alusão à morte de Baghdadi
    Lavrov: Rússia não tem confirmação segura da morte de al-Baghdadi
    Mídia: líder do Daesh al-Baghdadi é eliminado em Raqqa
    Tags:
    cautela, confirmação, Duma, Daesh, Yuri Shvytkin, Abu Bakr al-Baghdadi, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar