21:08 07 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1051
    Nos siga no

    O contingente militar alemão começou a ser retirado da base aérea de Incirlik na Turquia, comunica a edição alemã Spiegel citando suas fontes.

    Primeiro, comunica a Spiegel, serão retirados os aviões de reabastecimento e depois os bombardeiros de reconhecimento Tornado alemães.

    Até o momento na base permanecem por volta de 260 militares das Forças Armadas da Alemanha, que asseguram os voos de aviões da coalizão internacional liderada pelos EUA na operação antiterrorista contra o grupo Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia e muitos outros países).

    Segundo a edição, os aviões Tornado serão removidos da Turquia antes do fim do julho.

    A decisão de retirar os aviões e os militares alemães da base de Incirlik foi tomada depois de um grupo de deputados do parlamento alemães não ter sido autorizado, pela segunda  vez, a visitar a base.

    O lado turco explicou a recusa pelo fato de Berlim não querer extraditar os militares suspeitos de organizar a tentativa do golpe militar na Turquia de julho passado.

    A Turquia acusa também as autoridades alemãs de cooperarem com o Partido dos Trabalhadores do Curdistão, que é proibido na Turquia.

    Anteriormente foi comunicado que, em setembro, os aviões alemães vão passar a realizar os voos a partir do território da Jordânia.

    Mais:

    Berlim aprova retirada das tropas alemãs da base turca de Incirlik
    Turquia explica por que proíbe deputados alemães de visitar base de Incirlik
    Faltam só duas semanas: Berlim dá ultimato a Ancara sobre Incirlik
    Tags:
    coalizão internacional, base aérea, Tornado, coalizão internacional, Incirlik, Turquia, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar