22:24 22 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Soldados israelenses monitoram a fronteira Israel–Síria.

    Major-general sírio: passos de Israel para destruir Síria são evidentes

    © AP Photo / Ariel Schalit
    Oriente Médio e África
    URL curta
    131402

    Comando do exército governamental da Síria comunica que Força Aérea de Israel atacou mais uma vez posições sírias nas Colinas de Golã.

    Segundo a versão de Tel Aviv, os ataques foram realizados em retaliação por ataques sírios.

    Sputnik Árabe falou com um especialista militar, o major-general Yahia Suleiman, que afirma que o ataque de Israel é uma prova da aliança que existe entre Israel e os terroristas.

    "Muitos terroristas recebem assistência médica em Israel. É um fator que reconhecem, tanto os militantes, quanto os israelenses", disse o alto responsável militar sírio, acrescentando que com os ataques Israel quer dizer: não deixaremos de apoiar os militantes e vamos defendê-los até ao último.

    Yahia Suleiman explica que os terroristas, em conjunto com Israel, querem criar uma zona tampão nas Colinas de Golã como o tentaram fazer no sul do Líbano, mas tal como não conseguiram no Líbano, também não conseguirão nas Colinas de Golã.

    A agressão de Israel em relação à Síria e todos os ataques contra o país fazem parte do plano de Israel para destruir a Síria e enfraquecer seus aliados, opina alto militar sírio.

    "Não é do nosso interesse entrar em um conflito com Israel, mas isso não significa que fiquemos calados para sempre perante essa agressão", concluiu o major-general.

    Mais:

    Israel prepara contêiner marítimo com surpresa para seus adversários (VÍDEO)
    Ataques aéreos de Israel mataram civis, diz governo sírio
    Dois militares sírios morreram com os ataques da Força Aérea de Israel
    Tags:
    ataques aéreos, conflito armado, Colinas de Golã, Síria, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik