04:23 19 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    46212
    Nos siga no

    Neste sábado (24), a Força Aérea israelense efectuou um ataque contra veículos blindados da Frente al-Nusra (atual Frente Fatah al-Sham) e não contra posições das tropas governamentais sírias como foi comunicado antes, disse à Sputnik uma fonte militar e diplomática no Ministério da Defesa russo.

    Mais cedo, a assessoria de imprensa do exército israelense informou que a aviação do país tinha atacado as posições das tropas governamentais sírias, eliminando dois tanques e uma metralhadora de grande calibre em resposta ao disparo de uma dezena de projéteis que atingiram a parte das Colinas de Golã controlada por Israel.

    Já depois, a mesma entidade divulgou um vídeo dos ataques "de precisão" contra dois tanques e uma metralhadora que, segundo afirmam os militares agora, haviam disparado projéteis além da linha divisória nas Colinas de Golã.

    "O ataque dos aviões da Força Aérea israelense no sábado, nas Colinas de Golã, na realidade foi efetuado contra veículos blindados dos militantes da Frente al-Nusra. Os israelenses apenas atacaram o local a partir do qual foram feitos os disparos. Na sequência deste ataque aéreo, foram liquidados dois tanques e uma metralhadora de grande calibre dos terroristas", afirmou a fonte.

    Ela também afirmou que esta não é a primeira tentativa dos militantes de provocar uma confrontação entre as tropas governamentais sírias e israelenses nesta região.

    Mais:

    Ataques aéreos de Israel mataram civis, diz governo sírio
    Dois militares sírios morreram com os ataques da Força Aérea de Israel
    Já são conhecidas características do novo tanque ligeiro de Israel
    Tags:
    Frente al-Nusra, Síria, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar