15:42 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Vista de Doha - capital do Qatar

    Oriente Médio pode enfrentar conflito armado em grande escala, caso Qatar 'desobedeça'

    © AP Photo/ Hassan Ammar
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Ruptura de relações diplomáticas com Qatar (67)
    2059681816

    Para o Qatar, será bastante difícil cumprir as exigências de quatro Estados árabes, declaradas há pouco. O especialista do Clube Valdai de Discussões Internacionais, Konstantin Truevtsev, opina que tal situação pode vir a causar um conflito armado sério.

    Mais cedo, foi informado que quatro Estados árabes do Golfo enviaram nesta sexta-feira (23) a lista de condições para Doha na quinta-feira pelo Kuwait, quem está mediando a crise diplomática.

    Em particular, segundo as exigências, o Qatar tem de reduzir os laços com o Irã, interromper a cooperação militar com a Turquia, incluindo o fechamento imediato da base militar turca em seu solo, e fechar a emissora Al Jazeera. Além disso, os criadores da lista insistem que o Qatar pare de naturalizar seus cidadãos, já os que estão no emirado devem ser expatriados.

    As condições não param por aí: Qatar deve entregar todos os qatarianos procurados pelos quatro Estados, entregando um relatório detalhado sobre investimentos dos oficiais à oposição estrangeira.

    Também se destaca que o Qatar tem de pagar compensações e denunciar publicamente as relações com grupos islâmicos, e parar de financiar o terrorismo, entregando as pessoas designadas como terroristas pela Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Bahrein e Egito.

    Vela ressaltar que foram dados 10 dias para que Qatar cumpra todas as condições.

    Segundo opina Konstantin Truevtsev, a lista de condições possui exigências irrealizáveis:

    "Se lermos com atenção as condições do ultimato, o que mais podemos pensar? O ultimato inclui pelo menos três condições irrealizáveis: rompimento dos laços com o Irã, fechamento da base militar turca e fechamento do canal de televisão Al Jazeera", declarou o especialista.

    Ele também adicionou que "é uma ameaça enorme tanto material, como ataque contra imagem pública".

    Além disso, o especialista apontou que é pouco provável que o Qatar cumpra essas condições: "Duvido que Qatar cumpra essas exigências. Lá também havia forças demonstrativas: as pessoas se juntaram para apoiar o seu emir", concluiu.

    No dia 5 de junho, a Arábia Saudita, os Emirados Árabes Unidos, Bahrein e o Egito anunciaram o rompimento das relações diplomáticas com o Qatar, acusando Doha de apoiar organizações terroristas e de desestabilizar a situação no Oriente Médio. A eles se juntaram o Iêmen, o governo interino da Líbia, a Mauritânia, Comores, as Maldivas e Maurício.

    Tema:
    Ruptura de relações diplomáticas com Qatar (67)

    Mais:

    Emirados Árabes Unidos apelam ao Ocidente para mediar crise no Qatar
    Crise no Qatar: há uma tentativa de expulsar a Rússia da região, diz cientista político
    Crise no Qatar é 'o primeiro fracasso real da política dos EUA no golfo Pérsico'
    Delegações de Arábia Saudita e Qatar armam briga (VÍDEO)
    Tags:
    terrorista, cumprimento, lista, exigências, condições, base militar, Al-Jazeera, Clube Valdai, Doha, EAU, Bahrein, Egito, Arábia Saudita, Golfo Pérsico, Irã, Turquia, Qatar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik