08:04 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Militantes do movimiento Hamas

    Defesa israelense: Abbas empurra Hamas para conflito com Israel

    © REUTERS/ Ibraheem Abu Mustafa
    Oriente Médio e África
    URL curta
    22246168

    O presidente palestino, Mahmoud Abbas, "empurra Hamas para conflito com Israel", segundo o ministro da Defesa israelense, Avigdor Lieberman.

    "Não tenho intenção de iniciar uma atividade militar, nem no verão, nem no outono, nem no sul, nem no norte. Nosso objetivo é evitar a guerra, e a única maneira de alcançá-lo é através de defesa confiável", afirmou o ministro durante a conferência de Herzliya, perto de Tel Aviv.

    Nesta semana, Israel começou a reduzir os 40% de eletricidade, fornecida a Gaza, que era paga pela Palestina a pedido de Abbas. Agora, os habitantes de Gaza têm somente entre duas e três horas de eletricidade por dia.

    Abbas decidiu deixar de pagar uma parte da fatura de luz, que a Companhia Elétrica de Israel fornecia para Gaza, no intuito de "pressionar" o movimento islâmico Hamas que controla a faixa há dez anos.

    "Esta não é uma tática que [Abbas] pretende usar só uma vez", indicou Lieberman. "Abbas há reduzido [o pagamento de luz] não só uma vez. Continuará reduzindo os pagos", acrescentou o ministro da Defesa israelense.

    Segundo ele, Abbas decidiu cortar o fornecimento de modo unilateral, sem consultar Israel, Egito ou Jordânia. "Diz que apenas está tentando enfraquecer o Hamas. Mas a única conclusão lógica subjacente é que existe uma estratégia dupla, segundo a qual Abbas está prejudicando o Hamas também a fim de empurrá-lo para um conflito com Israel", sublinhou Lieberman.

    Mais:

    'Com Irã não se brinca': uma mensagem clara a Israel, EUA e Arábia Saudita
    Já são conhecidas características do novo tanque ligeiro de Israel
    Palestina estima decisão da Rússia de não transferir sua embaixada para Jerusalém
    Tags:
    conflito, Hamas, Avigdor Lieberman, Mahmoud Abbas, Palestina, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik