05:09 21 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    A nurse attends to a boy infected with cholera at a hospital in the Red Sea port city of Hodeidah, Yemen May 14, 2017

    OMS: mais de mil pessoas morreram de cólera no Iêmen desde o final de abril

    © REUTERS/ Abduljabbar Zeyad/File Photo
    Oriente Médio e África
    URL curta
    517102

    Um total de 1.146 iemenitas já morreram desde 27 de abril, durante o surto de cólera no país, informou a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta terça-feira.

    "Desde 27 de abril de 2017, um total de 166.976 casos suspeitos de cólera e 1146 mortes foram registradas no Iêmen", escreveu a OMS em sua conta oficial do Twitter.

    O surto de cólera no Iêmen foi anunciado pelas autoridades de saúde do país em 6 de outubro de 2016. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que 7,6 milhões de iemenitas vivem em áreas com alto risco de transmissão de cólera.

    O Iêmen vive uma guerra civil desde março de 2015, o que afetou os sistemas econômicos e sociais do país, inclusive a saúde.

    O Escritório de Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU (OCHA) caracteriza a situação no Iêmen como "a maior crise humanitária do mundo", com 18,8 milhões de pessoas que precisam de ajuda humanitária ou de defesa, incluindo 10,3 milhões que necessitam de ajuda imediata, pois correm perigo eminente de vida.

    Mais:

    Órgão de Vigilância Sanitária da Rússia alerta para epidemia de cólera no Iêmen
    OMS: Epidemia de cólera no Iêmen já matou mais de 50
    OMS pede US$ 22 milhões para combater epidemia de cólera no Iêmen
    Tags:
    cólera, epidemia, OMS, Iêmen
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik