12:08 24 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Bandeiras da Palestina.

    Palestina estima decisão da Rússia de não transferir sua embaixada para Jerusalém

    © AP Photo / Majdi Mohammed
    Oriente Médio e África
    URL curta
    560

    Palestina valoriza muito a decisão de Moscou de não transferir sua embaixada em Israel de Tel Aviv para Jerusalém antes da decisão final sobre o estatuto da cidade entre israelenses e palestinos, destacou em entrevista à Sputnik o embaixador da Palestina na Rússia, Abdel Hafiz Nofal.

    O desregulamento do estatuto da cidade e a sensibilidade deste problema para as relações com o mundo árabe fizeram com que o presidente dos EUA, Donald Trump, fosse contra suas promessas pré-eleitorais ao deslocar por pelo menos seis meses sua missão diplomática para Tel Aviv. No dia 8 de junho, o ministro de Jerusalém e Assuntos da Diáspora de Israel, Zeev Elkin propôs que a Rússia aproveitasse a chance de se tornar o primeiro país do mundo a transferir sua embaixada para Jerusalém, visto que EUA estariam andando muito lentamente.

    Em resposta, o Departamento de Informação e Imprensa do MRE da Rússia relembrou que, no dia 6 de abril, a Rússia declarou oficialmente o interesse de Moscou na solução do conflito através do acordo "bilateral" entre os dois Estados, ou seja, Israel e Palestina.

    "Agradecemos às autoridades e ao Ministério das Relações Exteriores da Rússia por esta solução. Como sabemos, anteriormente, o MRE russo permitiu a oportunidade de Jerusalém se tornar capital de ambos os países. Estimamos muito a posição da Rússia de a embaixada da Rússia em Tel Aviv permanecer lá até que seja decidida definitivamente quanto à criação do Estado palestino nas fronteiras de 1967 com Jerusalém Oriental como sua capital", declarou Nofal.

    Mais:

    'Sem resolução do problema de Palestina nunca haverá paz no Oriente Médio'
    Menina palestina é alvejada por soldados e insultada por colonos na Cisjordânia
    Tags:
    conflito israel palestina, diplomacia, negociações, Abdel Hafiz Nofal, Israel, Palestina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik