09:05 03 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5100
    Nos siga no

    O Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia) está realizando seus ataques sob direção e com apoio dos EUA e da Arábia Saudita, afirmou o representante das Forças Armadas do Irã, brigadeiro-general Massoud Jazayeri.

    "Os terroristas do grupo Daesh estão ligados aos EUA e à Arábia Saudita, efetuando atentados sob coordenação e com apoio destes dois países", disse o general, citado pela agência IRNA.

    "O efeito destruidor do terrorismo, que é apoiado pela Arábia Saudita e EUA, assim como alguns outros países reacionários da região, pode ser visto hoje no Iraque, na Síria, no Afeganistão, no Iêmen e em alguns países europeus", acrescentou.

    Segundo Jazayeri, os atentados na região foram planejados e controlados pela Arábia Saudita e pelos EUA.

    Mais cedo, o chanceler iraniano, Mohammad Javad Zarif, acusou a Arábia Saudita de apoiar os terroristas que se estabeleceram no leste do Irã.

    "Possuímos dados de inteligência, segundo os quais a Arábia Saudita está apoiando ativamente os grupos terroristas no leste do Irã, no Baluchistão", disse Zarif na coletiva de imprensa em Oslo citado pela Reuters.

    As relações entre Teerã e Riad continuam tensas após o rompimento das relações diplomáticas em janeiro de 2016. A medida foi tomada depois dos ataques às missões diplomáticas sauditas no Irã, realizados por manifestantes que ficaram indignados ao saber da execução do proeminente clérigo xiita Nimr al-Nimr.

    Na semana passada, o Senado dos EUA aprovou mais sanções contra o Irã. Para entrar em vigor, o projeto de lei correspondente deve ser aprovado por ambas as câmaras do Congresso e assinado pelo presidente.

    Os EUA mantêm sanções contra o Irã devido ao programa de mísseis, direitos humanos e alegado financiamento do terrorismo pelo Irã. Os EUA, bem como seus aliados na região, principalmente a Arábia Saudita, acusam Teerã de interferir nos assuntos da Síria, Iraque, Iêmen e outros países.

    Mais:

    Irã envia navios de guerra ao Omã, em meio às tensões no golfo Pérsico
    Ataque terrorista no Irã pode mudar balança de poder no golfo Pérsico, diz professor
    Tags:
    terrorismo, apoio, Mohammad Javad Zarif, Arábia Saudita, EUA, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar