12:04 18 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Navios de guerra da Marinha do Irã

    Irã envia navios de guerra ao Omã, em meio às tensões no golfo Pérsico

    © AP Photo / Agência de Notícias Fars, Mahdi Marizad
    Oriente Médio e África
    URL curta
    36361

    Neste domingo, a Marinha do Irã enviou navios de guerra ao Omã, para uma operação em águas internacionais, em meio às tensões no golfo Pérsico, segundo informações da imprensa local.

    A 47ª flotilha da Marinha do Irã, composta por contratorpedeiro Alborz e o navio de guerra e de logística Bushehr, partiu da cidade portuária de Bandar Abbas, após uma cerimônia com a presença do comandante da Marinha, o Almirante Habibollah Sayyari, segundo a agência Tasnim News. 

    De Omã, os navios partirão para o golfo de Aden e as águas internacionais no norte do Oceano Índico.

    Ao mesmo tempo, a 46ª flotilla, composta pelo contratorpedeiro Sabalan e o navio de guerra Lavan, retornará ao Irã no domingo, depois de completar uma missão de dois meses para assegurar as rotas navais e proteger navios mercantes e petroleiros no golfo de Aden. A Marinha iraniana vem realizando patrulhas na região desde novembro de 2008, como parte dos esforços internacionais contra a pirataria.

    "Hoje temos uma situação de insegurança controlada no golfo de Aden e conseguimos escoltar mais de 4 mil petroleiros e navios de carga para as regiões seguras, sem qualquer interrupção nos nossos planos de exportações e importações de petróleo e outros produtos", afirmou o almirante Sayyari à Fars News Agency neste domingo.

    Os navios iranianos fazem parte nas manobras no estreito de Ormuz (Uma foto de arquivo)
    © AFP 2019 / EBRAHIM NOROOZI / JAMEJAM ONLINE
    O golfo de Aden, localizado entre o Chifre de África e a ponta sul da Península Arábica, vive momentos de tensão. O conflito no Iêmen, entre o governo apoiado pela Arábia Saudita e os rebeldes houthis, apoiados pelo Irã, provocou uma série de ataques contra navios em trânsito. Enquanto isso, os piratas na Somália aproveitaram o caos para lançar incursões contra navios mercantes em uma das rotas marítimas mais movimentadas do mundo.

    Mais:

    EUA: Ações navais do Irã no estreito de Ormuz podem 'escalar tensões'
    Irã aconselha os EUA a abandonar o golfo Pérsico
    Pentágono: forças no golfo Pérsico colocadas em prontidão após tensões com Irã
    Irã comenta a conduta 'pouco profissional' de militares dos EUA no golfo Pérsico
    Espetáculo militar no golfo Pérsico: Irã nega aproximação perigosa com Marinha dos EUA
    Tags:
    navios de guerra, pirataria, escolta, Marinha do Irã, Habibollah Sayyari, Omã, Golfo de Aden, Golfo Pérsico, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar