05:12 15 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Membros das forças iranianas se escondem por detrás de uma parede durante o ataque contra o parlamento do Irã no dia 7 de junho de 2017

    Ataque terrorista no Irã pode mudar balança de poder no golfo Pérsico, diz professor

    © REUTERS / Tasnim News Agency
    Oriente Médio e África
    URL curta
    19172
    Nos siga no

    No dia 7 de junho, Teerã foi atingida por um série de ataques terroristas coordenados - 17 pessoas foram mortas e cerca de 50 outras ficaram feridas.

    Houve um tiroteio dentro do Parlamento iraniano, onde algumas pessoas também foram feitas reféns. Indivíduos armados também atacaram o mausoléu de Aiatolá Khomeini, o líder da Revolução Islâmica de 1979.

    A Sputnik Itália entrevistou Pejman Abdolmohammadi, especialista em Irã e pesquisador da London School of Economics (LSE), sobre as consequências dos atentados terroristas e quais são suas consequências para o Irã e o Oriente Médio.

    "Este ataque ocorreu durante um momento muito difícil, quando a balança de poder no Oriente Médio está sendo testada. Eu acredito que os ataques terroristas no Irã terão sérias consequências para o equilíbrio de poder no golfo Pérsico, pois existe o risco de aumento nas tensões entre Arábia Saudita e Irã."

    Iran's President Hassan Rouhani gestures as he registers to run for a second four-year term in the May election, in Tehran, Iran, April 14, 2017.
    © REUTERS / President.ir/Handout
    Ele afirmou ainda que, em termos da política interna do Irã, é possível ver um fortalecimento das forças conservadoras e uma "ligeira redução na influência do pragmatismo do presidente Hassan Rohani".

    Estados Unidos e Rússia

    "Acho que a nova estratégia da administração [Donald] Trump afetará os países do golfo Pérsico e alterará o equilíbrio de poder no Oriente Médio", disse Abdolmohammadi.

    Na avaliação do professor da LSE, o Republicano tenta enfraquecer o Irã e o Qatar. A história não acaba aí, entretanto. Para Abdolmohammadi, Trump não permanecerá mais muito tempo como um aliado da Arábia Saudita,. Trata-se de uma "uma aliança estratégica de curto prazo", diz.

    Ele acrescentou que a Rússia atualmente tem a oportunidade de fortalecer sua influência no Qatar e no Irã.

    Quanto à situação no iraniana após os ataques terroristas, Abdolmohammadi diz que os cidadãos estão à espera de uma resposta do governo.

    "Estes ataques terroristas colocaram a crise do nacionalismo Persa em evidência. Portanto, uma reação da República é esperada. Já não é apenas uma questão entre xiitas e sunitas. O conflito mudou de escala, é entre árabes e persas agora."

    O pesquisador não descarta uma reação iraniana em termos econômicos contra países do golfo Pérsico — especialmente contra a Arábia Saudita.

    Mais:

    Não use a camisa do Barcelona na Arábia Saudita: pode dar cadeia
    Irã acusa Arábia Saudita de estar por trás dos atentados de Teerã
    Wikileaks: Washington sabia que Qatar e Arábia Saudita apoiam terrorismo
    EUA aprovam venda de radares para Arábia Saudita
    Arábia Saudita e Emirados Árabes investirão US$100 milhões no fundo de Ivanka Trump
    Estados Unidos venderá até US$ 350 bilhões em armas para a Arábia Saudita
    Tags:
    Hassan Rohani, Aiatolá Khomeini, Donald Trump
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar