04:29 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Bandeiras da Rússia e da Síria no convés do porta-aviões russo Admiral Kuznetsov no Mediterrâneo

    Estado-maior russo afirma que guerra civil na Síria de fato parou

    © Sputnik / Serviço de Imprensa da Frota do Norte/Andrey Luzik/USO EDITORIAL
    Oriente Médio e África
    URL curta
    3300

    Hoje (9), o chefe da Direção Operacional do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia, coronel-general Sergei Rudskoy, assegurou que a guerra civil síria, de fato, cessou.

    O militar sublinhou que a situação no país melhorou drasticamente após a celebração em Astana do memorando sobre as zonas de segurança.

    "Além disso, a entrada do memorando em vigor tornou possível iniciar os trabalhos para reconstruir as povoações destruídas pela guerra e não ocupadas pelas organizações terroristas", adiantou Rudskoy.

    O alto responsável militar destacou que a população está regressando às cidades e povoações libertadas, estão sendo recuperadas fazendas, infraestruturas de abastecimento energético, os nós de transportes e rodovias se estão revitalizando, os canais de irrigação dos terrenos agrícolas estão sendo enchidos com água.

    Entre janeiro e maio do ano corrente, em Astana decorreram quatro rodadas de negociações para a solução do conflito sírio.

    O principal resultado delas foi a criação de um grupo conjunto operacional de monitoramento do regime de cessar-fogo e a celebração do memorando sobre as zonas de segurança pelos países garantes, ou seja, a Rússia, a Turquia e o Irã.

    Mais:

    Editora-chefe: RT conseguiu desmascarar a notícia falsa mais terrível sobre Síria
    Síria diz que ataques da coalizão liderada pelos EUA fortalecem Daesh
    Especialista militar: russos não só guerreiam na Síria
    Tags:
    reconstrução, zonas de segurança, memorando, Sergei Rudskoy, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar