05:14 16 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Membros das forças iranianas se escondem por detrás de uma parede durante o ataque contra o parlamento do Irã no dia 7 de junho de 2017

    5 suspeitos dos ataques em Teerã anteriormente agiram em Raqqa e Mossul

    © REUTERS / Tasnim News Agency
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Amanhecer de fogo no Irã (11)
    0 02
    Nos siga no

    O Ministério da Segurança iraniano comunicou que 5 terroristas, suspeitos de terem organizado ataques em Teerã ontem (7 de junho), anteriormente praticaram atividade terrorista em Raqqa e Mossul.

    Um grupo de quatro criminosos abriu fogo contra pessoas dentro do prédio do parlamento do Irã na quarta-feira (7). Logo depois, surgiu a notícia sobre tiros no Mausoléu do aiatolá Khomeini, um memorial ao fundador da República Islâmica do Irã situado ao sul da capital iraniana.

    O Ministério da Justiça iraniano informou que pelo menos 17 pessoas foram mortas e 43 ficaram feridas nos ataques ao parlamento e ao santuário.

    Mais tarde, o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e reconhecido como terrorista pela ONU) reivindicou a responsabilidade pelos ataques, que levaram várias vidas e feriram dezenas de pessoas.

    Tema:
    Amanhecer de fogo no Irã (11)

    Mais:

    Irã acusa Arábia Saudita de estar por trás dos atentados de Teerã
    Balanço das vítimas mortais nos atentados em Teerã sobe para 17
    Correspondente e cameraman do canal RT Arabic são presos pela polícia em Teerã
    Tags:
    terroristas, atentado, Daesh, Raqqa, Teerã, Mosul, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar