17:21 25 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1460
    Nos siga no

    Rússia possui informação sobre as tentativas do grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e em muitos outros países) de guardar dinheiro em projetos europeus através de bancos do Oriente Médio.

    A informação em questão foi transmitida para os EUA, declarou o vice-diretor do Departamento dos novos desafios e ameaças do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Dmitry Feoktistov.

    "Comunicamos às autoridades norte-americanas a lista confirmada de uma série de bancos do Oriente Médio, utilizados [pelo Daesh] para depósito de dinheiro em dois países europeus", explicou Feoktistov aos jornalistas sobre os resultados da reunião com a delegação dos EUA no âmbito do grupo de desenvolvimento da luta contra lavagem de dinheiro (FATF, em inglês). Vale destacar que o grupo em questão é contra lavagem de dinheiro e financiamento de terrorismo.

    Ele não especificou quais países europeus estariam envolvidos, mas sublinhou que os americanos "receberam os dados para investigação e ficaram gratos".

    Ao mesmo tempo, de acordo com o diplomata russo, anteriormente, surgiram informações sobre o investimento do Daesh em imóveis em Nova York e na Turquia.

    Feoktistov destacou que a operação contra terroristas na Síria e no Iraque, em particular a destruição da infraestrutura energética, causaram perdas colossais para o Daesh quanto à venda de petróleo e gás: nos últimos 2 anos, o lucro mensal foi reduzido de 50 milhões de dólares (cerca de R$ 164 milhões) para 12 a 20 milhões de dólares (cerca de R$ 65 milhões). Segundo ele, os Estados Unidos eliminaram 2 mil de caminhões-tanque, que eram utilizados para transporte de petróleo extraído ilegalmente pelo Daesh. Desde o início da operação da Força Aeroespacial da Rússia na Síria, de acordo com dados do diplomata russo, foram eliminados cerca de 4 mil caminhões-tanque, 206 praças de extração de petróleo e gás, 176 prédios de refinação de petróleo e  112 pontos de bombeamento da matéria-prima.

    Além disso, Feoktistov comunicou que a organização terrorista está tentando "se apropriar do tráfico de drogas afegão, especialmente no norte do país, onde estão concentrados os rebeldes do Daesh", bem como o controle organizado pelos terroristas de migração de pessoas para a Europa.  

    Mais:

    Afinal, Daesh reivindica ataques ao parlamento e Mausoléu iranianos (VÍDEO)
    Daesh assume responsabilidade por ataque em Melbourne
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar