13:18 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Sede do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, em Washington, D.C.

    Trump vai ao Supremo para barrar migrantes de países de maioria muçulmana

    © flickr.com / Salticidae
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 01
    Nos siga no

    O governo de Donald Trump pediu à Suprema Corte dos Estados Unidos que restabeleça seu veto a viajantes de seis países de maioria muçulmana.

    O pedido busca reverter uma decisão de um tribunal federal que derrubou o veto de Trump por considerá-lo uma política que "pretende impedir os muçulmanos neste país".

    Esta é a terceira tentativa do republicano de implementar um bloqueio aos viajantes de países de maioria muçulmana. A primeira tentativa ocorreu em janeiro, poucos dias depois da posse de Trump, e causou protestos e caos em aeroportos até ser revertida judicialmente. A segunda investida veio em março, com um texto mais afinado para evitar problemas legais, mas novamente a medida foi bloqueado pela justiça estadunidense. Agora, Trump deposita suas fichas na mais alta instância do Judiciário dos Estados Unidos.

    "O presidente não é obrigado a admitir pessoas de países que patrocinam ou protegem o terrorismo até que ele determine quem pode ser devidamente vetado e não representa um risco de segurança para os Estados Unidos", afirmou a porta-voz do Departamento de Justiça Sarah Isgur Flores.

    O veto impede que viajantes de seis países de maioria muçulmana consigam entrar nos Estados Unidos durante 90 dias, enquanto novos procedimentos para análise e concessão de vistos sejam elaborados. O veto atinge Irã, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iêmen.

    Mais:

    Em dia de ataque de Trump, Merkel reafirma que Europa precisa ser dona do próprio destino
    Liga pro meu celular: Trump passou seu número de celular aos colegas presidentes
    Trump defende genro Kushner de suspeitas de ligações com a Rússia
    Diretor de comunicações de Donald Trump renuncia ao cargo
    Para cientista político, Trump ainda não sabe para que serve a OTAN
    Tags:
    Suprema Corte dos EUA, Donald Trump
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar