01:07 25 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4290
    Nos siga no

    Na noite de 29 para 30 de maio, a aviação russa eliminou mais de 80 militantes do grupo terrorista Daesh, (proibido na Rússia) que tentavam escapar de Raqqa, informou o Ministério da Defesa russo.

    "A Força Aeroespacial da Rússia realizou ataques contra vários alvos. As baixas do Daesh incluem mais de 80 terroristas, 36 veículos, oito caminhões, 17 caminhões lança-foguetes e outras armas de fogo de grande calibre", diz o comunicado oficial do Ministério.

    O comunicado acrescenta que os jihadistas estão deixando Raqqa através do rio Eufrates, apesar de a zona estar cercada pelas Forças Democráticas da Síria (SDF, na sigla em inglês) e forças da coalizão internacional.

    "As Forças Democráticas da Síria em cooperação com as forças da coalizão internacional estão se aproximando de Raqqa. No norte, a cidade está de fato bloqueada. Ao mesmo tempo, as SDF pararam a ofensiva, o que criou uma brecha no cerco. Aproveitando-se disso, os jihadistas atravessam o Eufrates e tentam retirar suas formações para o sul da Síria", destaca-se no comunicado.

    O comando do contingente russo na Síria, de acordo com o Ministério, continua tomando as medidas necessárias para impedir que os combatentes do Daesh deixem Raqqa e se dirijam para as províncias de Homs e Hama.

    O Ministério da Defesa lembrou que a aviação russa dispõe de forças e meios para eliminar os terroristas a qualquer hora.

    Mais:

    Drones filmaram mísseis de cruzeiro russos atingindo posições do Daesh na Síria (VÍDEO)
    Fim da hegemonia do terror: Daesh 'possui 2 opções' na Síria
    ONU: mais de 100 civis morreram na Síria em ataques da coalizão durantes últimas semanas
    Tags:
    terroristas islâmicos, ataque aéreo, Força Aeroespacial da Rússia, Raqqa, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar