16:00 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Membros das forças iraquianas avançam em direção da parte ocidental de Mossul, no âmbito da operação militar para reconquistar a cidade dos militantes do Daesh, 13 de março de 2017

    Mossul será libertada no mês sagrado do Ramadã

    © AFP 2017/ ARIS MESSINIS / AF
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 30

    Na parte oeste da cidade de Mossul continua a operação conjunta das tropas governamentais iraquianas e da milícia iraquiana Hasdi Sabi. Um representante da milícia comentou a situação atual na cidade.

    O exército iraquiano, que conseguiu libertar a parte leste de Mossul dos terroristas, afirma ter avançado significativamente no âmbito da operação. O Daesh, por sua vez, usando carros-bombas e armadilhas com minas, está tentando impedir o avanço das forças governamentais, que são apoiadas pela coalizão internacional liderada pelos EUA.

    Um dos comandantes da milícia iraquiana Hasdi Sabi, Ali Ebu Tehir, comentou os detalhes da operação em entrevista à Sputnik Turquia.

    "Ontem de manhã, as forças da Hasdi Sabi começaram o ataque ao bairro de Keyran. Durante os confrontos o Daesh está sofrendo muitas baixas, estando a operação em Mossul quase terminada. O bairro de Keyran será libertado no mês sagrado do Ramadã", disse ele, sublinhando que no oeste da cidade faltam apenas alguns bairros controlados pelo Daesh, enquanto 80% de Mossul já foram libertados.

    De acordo com Tehir, as forças da coalizão não prestam ajuda aérea nos territórios controlados pelas unidades da Hasdi Sabi.

    "Durante a operação em Mossul, as forças da coalizão não prestam apoio a partir do ar nos lugares em que estão presentes as forças da milícia. Estamos recebendo ajuda dos aviões de guerra do exército iraquiano", contou Tehir. 

    Twitter

    Siga Sputnik Brasil no Twitter e fique por dentro das notícias mundiais do momento.

    Mais:

    Independência de Curdistão: como será o Iraque depois do Daesh?
    EUA invadiram Iraque para derrubar Saddam Hussein e não para trazer democracia
    Tags:
    terroristas, libertação, Hasdi Sabi, coalizão internacional, Mossul, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik