16:35 21 Julho 2018
Ouvir Rádio
    A base militar Incirlik, na província turca de Adana.

    Militar turco não aceitou medalha norte-americana por orgulho

    © AFP 2018 / Tarık Tınazay
    Oriente Médio e África
    URL curta
    11324

    Um oficial turco da base militar de Incirlik recusou uma medalha norte-americana, argumentando que “meu orgulho não me permite aceitá-la”, informa a agência DHA.

    Enquanto continua a polêmica quanto à decisão dos EUA de fornecerem armas pesadas às Unidades de Proteção Popular (YPG) curdas, foi informado que um coronel norte-americano ordenou condecorar um oficial turco que exercia suas funções na base militar de Incirlik, na província turca de Adana, mas que este recusou a medalha.

    De acordo com informações das fontes locais, ontem no Estado-Maior das forças de coalizão internacional na base militar em Incirlik teve lugar uma cerimônia de condecoração, durante a qual o coronel norte-americano Kevin Leahy distinguiu um oficial turco por bom serviço prestado.

    Segundo informa a agência noticiosa DHA, ao discursar por ocasião da condecoração, o militar turco disse:

    «Não vos quero decepcionar ou ofender, mas não posso aceitar esta medalha, é impossível, pois os que a entregam estão ao lado do meu inimigo, as Unidades de Proteção Popular. Por honra e orgulho não poso aceitá-la".

    Após devolver a medalha, o oficial turco deixou a cerimônia.

    Mais:

    Turquia 'joga a isca' ao mencionar possível expulsão da OTAN da base de Incirlik
    'Turquia está usando base de Incirlik como ferramenta de pressão sobre Washington'
    Tags:
    militares, condecoração, cerimônia, Unidades de Proteção Popular (YPG), coalizão internacional, Turquia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik