11:38 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Fuzileiros navais norte-americanos em al-Qaim, perto da fronteira síria, oeste do Iraque

    OTAN quer que aliados coordenem ações na Síria

    © AFP 2017/ USMC
    Oriente Médio e África
    URL curta
    51516615

    A OTAN espera que todos os seus aliados coordenem as ações no norte da Síria, onde a situação militar está especialmente complexa, disse o secretário-geral da organização, Jens Stoltenberg, nesta quinta-feira.

    "Naturalmente, espero que todos os aliados da OTAN coordenem suas atividades, especialmente no norte da Síria, onde a situação militar está muito complexa e difícil", disse Stoltenberg aos repórteres.

    O secretário-geral absteve-se de comentar as questões operacionais dos aliados na Síria, já que a própria OTAN não está atuando no conflito e se limita a fornecer apoio às forças da coalizão, lideradas pelos EUA.

    Apesar da OTAN não estar participando de ações militares na Síria, vários Estados-membros da OTAN, incluindo o Reino Unido, Estados Unidos, França e Alemanha, participam dos ataques aéreos da coalizão internacional contra o grupo terrorista Daesh.

    Em 25 de maio, os líderes dos países-membros da OTAN realizarão uma cúpula em Bruxelas. A situação na Síria é um dos pontos centrais da agenda do fórum.

    Mais:

    Fonte revela: OTAN treina tropas curdas que serão enviadas ao norte da Síria
    OTAN declara que não vai interferir no conflito na Síria
    Cientista político: OTAN provoca crises e viola direito internacional na Síria e Ucrânia
    Dividir o país com ajuda 'limitada' da OTAN: receita para Síria e EUA?
    'Rússia salvou a Síria de ser atacada com 624 mísseis da OTAN'
    Tags:
    coordenação, Guerra Civil Síria, Daesh, OTAN, Jens Stoltenberg, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik