10:12 19 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Soldados israelenses realizam exercícios na parte setentrional das Colinas de Golã, 13 de setembro de 2016

    Irã: Considerando história do regime israelense, não vimos nada além de guerra e massacre

    © AFP 2017/ JALAA MAREY
    Oriente Médio e África
    URL curta
    25120374

    O chefe do Ministério da Defesa do Irã, Hossein Dehghan, manifesta-se a favor do desarmamento total de Israel.

    O ministro declarou ao canal russo Rossiya 24 que o regime de Israel deve ser completamente desarmado.

    "Considerando a história do regime israelense, não vimos nada além de guerra e massacre", declarou o ministro da Defesa iraniano.

    Ele sublinhou que somente após a eliminação total do regime em questão, "poderemos trazer de volta segurança e paz".

    Caça da Força Aérea de Israel (arquivo)
    © Sputnik/ Serviço de imprensa da Força Aérea de Israel
    Na quinta-feira (27), a agência SANA informou, citando uma fonte militar síria, que Israel realizou um ataque aéreo contra um objeto próximo ao aeroporto de Damasco, resultando em explosões, incêndios e danos significativos. O ataque foi realizado às 03h50 (21h50 horário de Brasília). Além disso, nota-se que aviões israelenses não violaram o espaço aéreo da Síria.

    De acordo com uma fonte ouvida pela agência Reuters, aviões israelenses teriam bombardeado o local com o objetivo de destruir um suposto depósito de armas do Hezbollah que estaria localizado nesse aeroporto, utilizado também pelo Irã como corredor aéreo para abastecer seus aliados.

    Mais:

    Irã opina ser necessário o desarmamento nuclear de Israel
    Na fronteira da Síria cresce a tensão com Israel
    Israel ataca campo militar sírio, deixando 3 mortos
    Netanyahu: Israel fará o que for preciso para se defender
    Tags:
    regime, massacres, ataque aéreo, desarmamento, paz, guerra, segurança, Ministério da Defesa do Irã, SANA, Hossein Dehghan, Irã, Síria, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik