16:04 27 Junho 2017
Ouvir Rádio
    Tropas turcas na fronteira síria, Karkamis 27 de agosto de 2016

    Assad à Sputnik: não diferença entre terroristas e invasão turca e americana da Síria

    © AP Photo/ Halit Onur Sandal
    Oriente Médio e África
    URL curta
    571090

    Presidente sírio não vê qualquer diferença entre a atividade terrorista e a intervenção militar dos EUA e da Turquia no país, diz Assad à Sputnik.

    A coalizão liderada pelos EUA realiza ataques contra o Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia) e fornece armas à oposição sem a permissão das autoridades sírias, violando o direito internacional.

    "Quando você fala da invasão turca ou das tropas americanas que também são uma invasão, ou quando você fala dos terroristas na Síria tudo é a mesma coisa. Não há diferença entre eles", diz Assad.

    No entanto, como destacou Assad, a prioridade é derrubar os terroristas. O presidente sírio acredita que, quando o terrorismo for vencido, as tropas turcas e americanas perderão força, pois  perderão seus maiores cúmplices.

    Na noite de 23 para 24 de agosto de 2016, o exército da Turquia iniciou, com o apoio da coalizão internacional liderada pelos EUA, uma operação terrestre para libertar a cidade síria de Jarablus, localizada perto da fronteira turca.

    A operação militar da Turquia na cidade síria de Al-Bab entrou na sua etapa final em fevereiro de 2017. As unidades turcas entraram no centro da cidade, a operação está sendo realizada em coordenação com a Rússia a fim de evitar confrontos com as forças do governo sírio.

    Mais:

    Turquia adverte EUA contra participação de curdos em operação na Síria
    Síria acusa Turquia de alterar fronteiras unilateralmente
    Assad: ataque de mísseis dos EUA contra a Síria mostra que americanos não mantêm promessas
    Rússia: EUA mascaram agressão à Síria com provas inexistentes
    Tags:
    intervenção militar, Daesh, Bashar Assad, Turquia, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik