14:37 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Presidente da Síria, Bashar Assad

    Bashar Assad: forças sírias não dispõem de armas químicas, acusações são 100% inventadas

    © Foto: Assessoria de imprensa de Bashar Assad
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 35440

    O presidente sírio, Bashar Assad, em uma entrevista concedida à Sputnik e comentou as acusações sobre o uso de armas químicas em Khan Shaykhun.

    "Por isso, para nós não houve nenhum ataque com gás e nenhum armazém com gás tóxico, isto foi uma falsificação para justificar o ataque contra a base aérea de Shayrat", disse Assad à Sputnik.

    Assad acrescentou que o exército sírio realmente realizou um ataque na província de Idlib em 4 de abril, quando ocorreu o incidente com alegado uso armas químicas em Khan Shaykhun, mas a mídia ocidental interpretou a situação de modo totalmente incorreto.

    "Em primeiro lugar, não sabíamos que o local que atacamos naquele dia, por volta das 11h30m [do horário local], era um armazém químico, depósito ou qualquer outra coisa semelhante”. Além disso, a mídia ocidental afirmou que ataque ocorreu a outra hora, explicou o presidente.

    "O ataque [à base de Shayrat] havia sido preparado antecipadamente, eles não quiseram ouvir nada, não quiseram investigar nada. Eles só quiseram lançar o ataque. […] se realmente tivesse sido realizado um ataque com gás, como podia a cidade prosseguir a vida normal?", disse Assad. No dia seguinte eles atacaram a base de Shayrat, onde segundo eles estavam armazenadas armas químicas, mas "não houve emissão de qualquer gás a partir do aeródromo", disse.

    Mais:

    Assad diz à Sputnik: Não houve ataque químico em Khan Shaykhun; isso é provocação
    Trump e Erdogan concordam que Assad deve ser responsabilizado por ataque em Idlib
    Kim Jong-un condena ataque dos EUA contra Shayrat e expressa solidariedade a Assad
    Tags:
    Bashar Assad, Idlib, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik