05:32 24 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Combatentes das Forças Democráticas da Síria junto com um blindado

    Destacamentos curdos eliminam terroristas do Daesh

    © AFP 2017/ Delil Souleiman
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1311 0 0

    As Forças Democráticas da Síria (SDF, sigla em inglês), principalmente compostas por milícias curdas, repeliram o contra-ataque dos militantes do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) ao sul da cidade síria de Tabqa, informa a agência curda Firat.

    "Os terroristas atacaram a aldeia Ayed Kebir, localizada a três quilômetros ao sul de Tabqa, às 5h00 da manhã, horário local (às 23h00, horário de Brasília). Os militares das SDF imediatamente reagiram a esse ataque que levou à coalisão. Além disso, os militantes estavam tentando realizar atentados terroristas, mas foram interrompidos pelas forças curdo-árabes, pois homens-bomba foram eliminados antes de atingirem seus alvos. O ataque foi repelido, pelo menos dez terroristas do Daesh foram eliminados", diz o comunicado da Firat.

    A libertação de Tabqa e "da capital síria" — Raqqa — dos militantes do Daesh foi declarada uma parte da operação militar Fúria do Eufrates.

    As Forças Democráticas da Síria são principalmente compostas por destacamentos curdos, bem como as tribos locais árabes. A operação é apoiada pela aviação e forças especiais norte-americanas. No entanto, isso provocou protestos por parte de Damasco, que considera a presença militar dos EUA no norte da Síria uma intervenção, pois atuam sem permissão das autoridades sírias.

    Mais:

    Rússia entrega mais 5 toneladas de ajuda humanitária à Síria
    Daesh quer aliança com a Al-Qaeda, diz vice-presidente do Iraque
    Kim Jong-un condena ataque dos EUA contra Shayrat e expressa solidariedade a Assad
    Presidente do Irã: Oriente Médio pode contar com exército iraniano
    Tags:
    Fúria do Eufrates, milícias curdas, destacamento, contra-ataque, combate ao terrorismo, Daesh, Forças Democráticas Sírias, Força Aérea dos EUA, Damasco, EUA, Raqqa, Tabqa, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik