08:37 22 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Posto de fronteira entre o Iêmen e a Arábia Saudita, na cidade de Al-Wadia, localizada na província saudita de Najran (arquivo)

    Explosão mata guarda da Arábia Saudita na fronteira com o Iêmen

    © AFP 2017/ Khaled FAZAA
    Oriente Médio e África
    URL curta
    547731

    Um guarda de patrulha saudita foi morto neste domingo após a explosão de uma mina terrestre na fronteira do seu país com o Iêmen, onde Riad lidera uma coalizão militar contra os rebeldes houthis.

    A vítima foi identificada como Issa Mothwah Muaper Al-Rethe. De acordo com o Ministério do Interior da Arábia Saudita, pelo menos outros três agentes ficaram feridos no incidente, ocorrido na província de Jazan. As autoridades, segundo a agência SPA, lançaram uma investigação para determinar os detalhes da ocorrência. 

    A situação no Iêmen permanece instável desde o início, em 2014, do conflito entre tropas do governo do presidente Abd Rabbuh Mansur Hadi e os houthis, apoiados por unidades do exército leais ao ex-líder Ali Abdullah Saleh. A coalizão saudita vem realizando bombardeios no país vizinho desde março de 2015, sendo constantemente acusada de violar normas internacionais e cometer crimes de guerra.

    Mais:

    Moscou: 'Se os EUA são a consciência do mundo, por que não veem o que se passa no Iêmen?'
    EUA querem participar mais ativamente de conflito no Iêmen
    Tribunal pro-Houthi do Iêmen condenou o presidente do país à morte
    Rússia pode evitar que 'Iêmen se torne segunda Síria'
    Tags:
    houthis, mina terrestre, SPA, Abd Rabbuh Mansur Hadi, Ali Abdullah Saleh, Jazan, Riad, Iêmen, Arábia Saudita
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik