11:41 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Asma Assad, esposa do presidente sírio

    Parlamentares tentam privar esposa de Assad da cidadania britânica

    © AFP 2017/ Miguel Medina
    Oriente Médio e África
    URL curta
    452471220

    Membros do parlamento britânico pediram ao Ministério do Interior do país para retirar a cidadania britânica à esposa do presidente sírio, Asma Assad, informa o jornal Sunday Times.

    Segundo o jornal, vários deputados, bem como cidadãos sírios que moram no país, fizeram o pedido no sábado (15).

    Asma Assad nasceu em Londres e tem cidadania da Síria e da Grã-Bretanha. Segundo a edição, o fato de possuir uma segunda nacionalidade permite aos parlamentares privá-la da cidadania britânica.

    O membro do parlamento britânico Nadhim Zahawi disse que Asma Assad "faz parte da campanha propagandista que comete crimes de guerra" e apelou para "perseguir [o presidente] Assad de todas as formas", incluindo causando pressão sobre a sua mulher. 

    Em 4 de abril, a oposição síria acusou o exército do governo sírio de ser o responsável pelo ataque químico na província de Idlib, que causou 80 mortos e 200 feridos. O governo sírio negou o uso de armas químicas e afirmou a inexistência de tais armas. Em janeiro de 2016, a Organização para a Proibição de Armas Químicas anunciou ter destruído o arsenal de armas químicas da Síria de acordo com a vontade do governo sírio.

    Mais:

    Síria: Assad fala em 'ataque fabricado' e 'EUA de mãos dadas com terroristas'
    Trump chama Assad de 'animal' apoiado pela Rússia
    Países do G7 querem o fim do apoio da Rússia ao regime de Assad
    Tags:
    cidadania, Asma Assad, Bashar Assad, Síria, Grã-Bretanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik