15:17 23 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Caça-bombardeiro russo Sukhoi Su-24 decola da base aérea de Hmeymim na província de Latakia, Síria

    Kremlin revela condição para restabelecer memorando russo-americano sobre voos na Síria

    © Sputnik/ Dmitriy Vinogradov
    Oriente Médio e África
    URL curta
    72033165

    A reentrada em vigor do memorando russo-americano sobre a segurança dos voos da aviação militar no decorrer da operação na Síria é possível sob a condição de que os EUA não repitam seus atos imprevisíveis, afirmou nesta sexta-feira (14) o porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov.

    Mais cedo, o vice-chanceler russo, Sergei Ryabkov relatou aos jornalistas que a Rússia e os EUA continuam trocando informações em relação aos voos na Síria, mas Moscou não declarou ainda oficialmente a reentrada em vigor do memorando.

    A Rússia suspendeu o memorando, firmado com Washington para garantir a segurança dos voos de aviação militar no espaço aéreo sírio, logo após o ataque americano contra a base militar síria de Shayrat. Nesse dia, o Kremlin afirmou que o documento deixou de ter sentido.

    Já mais tarde, o ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, informou os jornalistas que, em resultado das conversações com o secretário de Estado americano Rex Tillerson, Vladimir Putin reiterou a disponibilidade de Moscou para voltar ao documento se Washington confirmar a luta contra terrorismo como seu objetivo.

    Mais:

    'Queremos a verdade': Rússia é a favor de que peritos da OPAQ avaliem base aérea síria
    Opinião: 'Ação militar dos EUA na Síria pode desestabilizar ainda mais o Oriente Médio'
    Rússia envia drones a cidade síria onde ataque da Coalizão teria causado vazamento químico
    Tags:
    segurança, aviação militar, memorando, Sergei Ryabkov, Dmitry Peskov, Síria, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik