21:31 17 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Engenheiros militares do centro internacional de desminagem do exército russo continuam operação de desminagem em Aleppo oriental, na Síria

    Rússia pede ajuda internacional para destruir minas terrestres na Síria

    © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia
    Oriente Médio e África
    URL curta
    11130
    Nos siga no

    Moscou pediu à comunidade internacional, a criação de uma coalizão para desminagem da Síria, disse o embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, em uma reunião do Conselho de Segurança nesta quarta-feira.

    "Gostaríamos de chamar a atenção da comunidade internacional e das Nações Unidas para a significativa contaminação do território da Síria por minas, munições não detonadas, IEDs (bombas caseiras)", afirmou Safronkov. "Informamos regularmente sobre a importante atividade de especialistas russos para lidar com esses problemas. Apelamos ao estabelecimento de uma coalizão internacional sobre a remoção de minas da Síria".

    Sapador do Centro Internacional Anti-Minas das Forças Armadas russas desativa minas em Aleppo.
    © Sputnik / Ministry of defence of the Russian Federation
    Em março, o Centro Internacional de Ação contra as Minas das Forças Armadas da Rússia anunciou que especialistas russos começaram a desminar os distritos históricos e bairros residenciais da Palmira, uma cidade registrada na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO. A operação deve ser concluída no próximo mês.

    A guerra civil síria já dura quase seis anos, e está sendo travada entre as tropas do governo e numerosas organizações de oposição e terroristas, como o Daesh (autodenominado Estado Islâmico, proscritos na Rússia).

    Mais:

    Sapadores russos neutralizam minas em mais de 70 hectares em Aleppo em 24 horas
    Tags:
    IED, Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO, Centro Internacional de Ação contra Minas, Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), Daesh, Forças Armadas da Rússia, Nações Unidas, Estado Islâmico, Vladimir Safronkov, Palmira, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar