10:20 19 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Consequências do ataque contra base aérea na Síria, 7 de abril de 2017

    Pentágono diz que 58 dos 59 mísseis lançados contra base síria atingiram o alvo

    © Sputnik/ Mikhail Voskresensky
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Ataque norte-americano contra base aérea síria (82)
    1113957926

    O Pentágono informa que 58 dos 59 mísseis lançados contra a base síria atingiram o alvo, informa a agência Associated Press citando uma fonte.

    Segundo a dita fonte da Associated Press, um dos mísseis não se ativou. Os mísseis atingiram aviões e destruíram a zona de reabastecimento de combustível.

    Entretanto, o representante oficial do Ministério da Defesa russo, Igor Konashenkov, disse que só 23 mísseis lançados pela Marinha norte-americana atingiram a base de Shayrat, não se sabe onde caíram os restantes 36. Porém, o Pentágono desmente esta informação.

    Esta foto de satélite mostra a base aérea de Shayrat, na província síria de Homs, em fevereiro de 2017
    © AP Photo/ Digital Globe/Departamento da dEfesa dos EUA/Handout via Reuters
    Na madrugada desta sexta-feira (noite da quinta-feira no Brasil), o presidente dos EUA, Donald Trump, ordenou um ataque com mísseis contra a base aérea de Shayrat, na província síria de Homs, por esta ter alegadamente servido como base para um suposto ataque químico. O Pentágono informou que foram lançados 59 mísseis Tomahawk. O governador de Homs disse que 7 pessoas morreram: cinco militares e dois civis da aldeia situada perto da base aérea. De acordo com os dados do Ministério da Defesa da Rússia, dois militares sírios despareceram, quatro morreram e seis sofreram queimaduras durante o apagamento do incêndio. As Forças Armadas da Síria informaram que morreram 10 militares.

    O Ministério da Defesa da Rússia informou igualmente que durante o ataque foram destruídos um armazém de material técnico, o edifício de formação, o refeitório, seis aviões MiG-23 que se encontravam nos hangares de reparação e a estação de radar. O correspondente da Sputnik transmitiu do local dos eventos que parte do material aeronáutico, incluindo cinco caças, ficou intacta, a pista de aterrissagem não ficou danificada com gravidade e que oito hangares foram destruídos com o material que lá se encontrava.

    © Sputnik.
    Imagens da base aérea de Shayrat após ataque

    Tema:
    Ataque norte-americano contra base aérea síria (82)
    Tags:
    mísseis de cruzeiro, Ministério da Defesa (Rússia), Pentágono, Igor Konashenkov, Shayrat, Homs, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik