15:33 29 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 02
    Nos siga no

    Três engenheiros de petróleo estrangeiros capturados por rebeldes do Sudão do Sul neste mês foram libertados após negociações intermediadas por Sudão e Etiópia, conforme anunciaram autoridades locais.

    Os indianos Midhun Ganesh e Edward Ambrose e o paquistanês Ayaz Hussein Jamali, que trabalhavam para a DAR Petroleum, foram sequestrados separadamente nos dias 8 e 19 de março, perto dos seus locais de trabalho no rico estado do Alto Nilo, e estavam em poder dos militantes durante todo esse tempo. Os três chegaram a Cartum, capital do Sudão, nesta quinta-feira. Eles foram levados por uma aeronave especial fornecida pela Etiópia, segundo informou um correspondente da AFP. 

    "Na sequência dos pedidos feitos pelos governos de Índia e Paquistão, os governos sudanês e etíope coordenaram (os esforços) para garantir a libertação dos três petroleiros", afirmou o Serviço Nacional de Inteligência e Segurança do Sudão através de um comunicado reproduzido pela agência, que não especifica quando exatamente os reféns foram soltos. 

    Hussein Jamali disse em conversa com jornalistas que nenhum deles foi torturado ou maltratado no cativeiro. Segundo ele, os rebeldes querem fechar todos os postos de processamento de petróleo e mandar os estrangeiros embora do Sudão do Sul, país formado em 2011 e mergulhado em uma guerra civil há mais de três anos.

    Mais:

    Avião de passageiros cai em aeroporto do Sudão do Sul
    Estados Unidos vão pedir sanções ao Sudão do Sul no Conselho de Segurança da ONU
    Confrontos no Sudão do Sul deixam mais de 150 mortos
    Enchentes provocaram morte de 100 pessoas no Sudão
    Tags:
    sequestro, NISS, DAR Petroleum, AFP, Edward Ambrose, Midhun Ganesh, Ayaz Hussein Jamali, Paquistão, Índia, Alto Nilo, Etiópia, Sudão, Sudão do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar