03:56 24 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Turma da Mônica, uma série de histórias em quadrinhos criada pelo cartunista e empresário Mauricio de Sousa

    A turma da cabra que salta: história em quadrinhos de 5 mil anos atrás é encontrada no Irã

    © Foto: YouTube/Turma da Mônica
    Oriente Médio e África
    URL curta
    21667172

    Uma equipe de arqueólogos achou na província Sistão-Baluchistão, no Leste do Irã, um cálice no qual são retratadas imagens "animadas".

    No território do monumento histórico Shahr-e sukhte, localizado por perto da cidade de Zabul, na província Sistão-Baluchistão, foi encontrado um cálice de argila com imagens de uma cabra pulando que foram qualificadas como a mais antiga "animação" na história da humanidade.

    ​Estima-se que o monumento tem cerca de 5 mil anos de idade e pode ser visto no Museu Nacional do Irã, segundo comunica a agência iraniana IRNA.

    "Nestas cinco imagens aparece não apenas uma cabra que se dirige a uma árvore. Nestes desenhos também dá para ver como ela pula atrás de uma folha em uma árvore", afirma o gestor da equipe de escavações arqueológicas em Shahr-e sukhte com experiência de 40 anos, Seyed Mansur Seyed Sajjadi.

    Foi a primeira vez na história que os arqueólogos deram de cara com tal curiosidade. Em todos os cálices anteriormente achados não havia nenhuma movimentação.

    Hoje em dia, o cálice está exposto no Museu Nacional do Irã junto com outro achado conhecido de Shahr-e sukhte — um crânio com as marcas de trepanação. Na época da descoberta, ainda não havia um museu na capital da província, Zahedan, por isso a equipe italiana de pesquisadores enviou os artefatos ao Museu Nacional do país.

    Muitos monumentos históricos descobertos na região de Shahr-e sukhte foram entregues aos outros museus, porém, em Zahedan ainda ficaram objetos expostos que merecem atenção especial. Por exemplo, as cestas trançadas, resistentes às difíceis condições climáticas, espelhos, estatuetas, louça de argila, bem como tecidos datados de 5 mil anos atrás. Para seguranças dos mesmos, todos estes artefatos precisam receber manutenção adequada.

    Mais:

    Marca da civilização extraterrestre? Estátua extraordinária encontrada em Marte (VÍDEO)
    Fisiculturista de 80 anos ensina você a desafiar envelhecimento (FOTOS)
    Conheça o projeto graças ao qual você logo poderá comer batatinha frita marciana
    Tags:
    cultura árabe, artefato, museu, patrimônio cultural, Museu Nacional do Irã, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik