00:10 06 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Sinais do Daesh foram pintados no bairro de Bad el Beid durante a batalha entre as forças do Iraque e os terroristas, Mossul, Iraque, 18 de março de 2018

    Daesh jogou centenas de cadáveres perto de Mossul entre 2014 e 2015

    © REUTERS / Youssef Boudlal
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 10
    Nos siga no

    O Daesh – organização terrorista proibida na Rússia – provavelmente executou centenas de detidos entre 2014 e 2015, abandonando seus corpos em buracos a oito quilômetros de Mossul ocidental, cidade iraquiana, informa o comunicado de Human Rights Watch (HRW) publicado na quarta-feira (22).

    O comunicado relatou que o Daesh solicitou que as autoridades iraquianas marcassem o local e criassem um memorial.

    O Daesh executou e abandonou cadáveres de centenas de pessoas em um local perto de Mossul. Muitas testemunhas disseram à Human Rights Watch que os corpos, incluindo os dos membros das forças de segurança do Iraque, foram deixados nos buracos de Khafsa, a cerca de oito quilômetros ao sul de Mossul ocidental, revela a organização.

    "Caso a exumação seja possível de fazer-se, deverá ser realizada de acordo com os padrões internacionais", afirmou.

    As forças governamentais iraquianas, chefiadas pela coalizão internacional liderada pelos EUA, estão atualmente conduzindo uma operação no intuito de libertar Mossul dos terroristas. A parte oriental da cidade foi limpa em janeiro deste ano.

    Mais:

    Seis comandantes do Daesh, incluindo um russo, são eliminados em Mossul
    60% da parte ocidental de Mossul estão limpos do Daesh
    Iraque: Daesh tem os dias contados em Mossul
    Mulher de Mossul conta como habitantes sobreviveram à libertação da cidade do Daesh
    Tags:
    autoridades, mortos, operação, militares, memorial, terroristas, libertação, forças armadas, execução, vítimas, coalizão internacional, Daesh, Human Rights Watch, Mossul, Iraque, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar