06:04 24 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Membros das forças iraquianas avançam em direção da parte ocidental de Mossul, no âmbito da operação militar para reconquistar a cidade dos militantes do Daesh, 13 de março de 2017

    60% da parte ocidental de Mossul estão limpos do Daesh

    © AFP 2019 / ARIS MESSINIS / AF
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 62
    Nos siga no

    Agora, 60% do território ocidental de Mossul estão sob controle das forças iraquianas. Além disso, a Polícia Federal do Iraque estabeleceu o controle da Ponte Velha, que liga as partes ocidental e oriental de Mossul.

    O representante das forças unidas em Mossul, coronel Yahyi Rasul, informou à Sputnik Árabe que agora 60% do território ocidental de Mossul estão sendo controlados pelas forças iraquianas. Ele destacou que o Exército está avançando com segurança e lentamente, pois os bairros libertados possuem um número alto de pessoas, limitando, assim, o uso de veículos blindados. 

    Yahyi Rasul destacou que, apesar de todas as medidas de prevenção tomadas, o número de refugiados está aumentando devido ao fogo permanente dos terroristas.

    "Encontramos as pessoas, depois as deslocamos para os campos de refugiados, damos assistência médica e alimento. Nessa área, esforços das organizações humanitárias, ONU e serviços semelhantes que trabalham na região devem ser unidos", declarou.

    Ele também sublinhou que "a inteligência está realizando vigilância das ações de Abu Bakr al-Baghdadi [líder do Daesh] e assim que for definida sua localização, vamos atacá-lo sem pensar. Se ele está em Mossul ou não, ainda não posso dizer, pois essa informação é secreta".

    Segundo Yahyi Rasul, em breve, a inteligência vai desempenhar papel importantíssimo na operação da reconquista de Mossul. "O problema é que muitos terroristas estão entre os civis para se esconder dos militares, mas é necessário encontrá-los e neutralizá-los", disse o coronel.

    Entretanto, a Polícia Federal do Iraque estabeleceu o controle sob a Ponte Velha que liga as partes ocidental e oriental de Mossul, informou à Sputnik na quarta-feira (15) o comandante da polícia, Raid Shakir Jaudat.

    Segundo o comandante, os destacamentos da Polícia Federal também libertaram o departamento de questões de migração e continuam desalojando os militantes do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) da parte ocidental da cidade.

    Por sua vez, a agência Reuters informou, citando a Polícia Federal do Iraque, que as forças armadas se aproximaram da Mesquita-catedral de Mossul.

    "As nossas tropas estão se aproximando da Mesquita-catedral de Mossul. Agora estamos a menos de que 800 metros dela", declarou o representante da polícia à Agência.

    Anteriormente, foi informado que as forças governamentais estão na etapa final de libertação de Mossul das mãos do Daesh.

    A operação para reconquistar Mossul, capturada por militantes do grupo terrorista Daesh em 2014, iniciou-se em outubro do ano passado. Com o apoio de diversos aliados, Bagdá conseguiu retomar o controle sobre a parte oriental da cidade em janeiro, mas os combates continuam na parte ocidental. Em 24 de fevereiro, as tropas governamentais do Iraque conseguiram reconquistar a base militar e uma aldeia a sudoeste de Mossul, entrando nos bairros civis, localizados na zona oeste da cidade, e retomando controle total do aeroporto.

    Mais:

    Daesh usa gás venenoso em confronto com forças iraquianas em Mossul
    Carnificina brutal: forças iraquianas encontram mais uma vala comum perto de Mossul
    Cerca de 100 mil já deixaram oeste Mossul em meio ao avanço do exército
    Militares iraquianos recuperaram um terço de Mossul ocidental ao Daesh
    Tags:
    operação militar, controle, libertação, reconquista, inteligência, combate ao terrorismo, militantes, veículos blindados, civis, bairros residenciais, Daesh, ONU, Polícia Federal do Iraque, Mossul, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar