11:34 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Combatentes de Peshmerga, forças  do Curdistão iraquiano após o combate de dois dias a 15 quilômetros da cidade de Mossul, Iraque

    Fonte revela: OTAN treina tropas curdas que serão enviadas ao norte da Síria

    © AFP 2019 / JOSEPH BARRAK / AFP
    Oriente Médio e África
    URL curta
    717
    Nos siga no

    Representante do Conselho Nacional Sírio Curdo (ENKS, em inglês), criado em 2012 com apoio do Governo Regional do Curdistão iraquiano, Kava Azizi, comunicou em entrevista à Sputnik Turquia que as tropas peshmerga, que fazem parte do ENKS, são treinadas por instrutores da OTAN e da coalizão internacional encabeçada pelos EUA.

    Segundo a informação, os gastos com a manutenção e as necessidades das tropas peshmerga de Rojava (território onde vivem curdos sírios) de 6 mil de soldados são pagos por autoridades do Curdistão iraquiano. 

    Kava Azizi, em entrevista à Sputnik Turquia, acrescentou que as iniciativas da OTAN de treinamento das tropas peshmerga são realizadas no território do Iraque do Norte. 

    "Não sabemos o lugar certo onde é realizado o treinamento – em Arbil, Dahuk ou Suleimânia. Mas temos a informação de que a norte do Iraque estão localizados campos de treinamento. A OTAN treina as tropas peshmerga para lutarem contra o Daesh, contra a ameaça terrorista. Representantes destas tropas peshmerga representam curdos sírios nas negociações em Genebra e Astana. É possível afirmar que a presença destas tropas significa a presença dos curdos. E o deslocamento destas tropas para o território do norte da Síria é necessário", acrescentou Azizi, adiantando que os representantes do ENKS estão negociando com os EUA o deslocamento das tropas peshmerga para o norte da Síria.  

    Segundo informações disponíveis, na composição dos 8 regimentos das tropas peshmerga de Rojava há um batalhão especial de mulheres, que corresponde a 150 e 200 militantes. As tropas peshmerga de Rojava possuem 8 regimentos e dois batalhões de mulheres. 

    Peshmerga de Rojava, que desde fevereiro de 2012 são treinados pelas forças especiais do governo do Curdistão iraquiano e lutam contra o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia), participaram da operação de libertação de Mossul. No momento atual, 3 dos 6 mil de soldados estão se deslocando na fronteira entre Síria e Iraque do Norte. 

    Mais:

    Ao lado das forças peshmerga e do exército iraquiano, cidadãos de Mossul combatem Daesh
    General de peshmerga à Sputnik: já estamos a 11 km de Mossul!
    Tags:
    iniciativa, preparação, treinamento, curdos, terroristas, luta, tropas, ameaça, Daesh, OTAN, Curdistão iraquiano, Iraque, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar