02:29 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Crianças refugiadas iraquianas, que fugiram de Mossul devido à luta permanente entre as forças iraquianas e os jihadistas do Daesh, em uma rua da aldeia curda de Gogjali, em 2 de dezembro de 2016

    Número de deslocados em Mossul já ultrapassa 200 mil

    © AP Photo / SAFIN HAMED
    Oriente Médio e África
    URL curta
    224

    O número de pessoas deslocadas internamente por conta dos combates em Mossul, no Iraque, já ultrapassa os 200 mil, segundo informou hoje Farhan Haq, vice-porta-voz do secretário-geral das Nações Unidas.

    De acordo com Haq, só no oeste da cidade, onde as operações começaram no último dia 19, já são cerca de 46 mil afetados. Os campos e centros de emergência instalados para socorrer esses civis não podem acomodar mais do que 77 mil pessoas. 

    "O número combinado de pessoas atualmente deslocadas do leste e do oeste de Mossul é de 206.500", afirmou o funcionário da ONU. 

    A ofensiva para reconquistar Mossul, capturada por terroristas do Daesh em 2014, teve início em outubro passado e, em janeiro, o exército, com a ajuda de parceiros, conseguiu liberar a parte oriental da terceira maior cidade iraquiana. Na zona ocidental, onde a ONU conseguiu entregar ajuda humanitária pela primeira vez só nas últimas semanas, e para apenas 200 famílias, os conflitos continuam. 

    Mais:

    EUA matam 33 ex-soldados do exército iraquiano sequestrados pelo Daesh
    Milícias pró-governo no Iraque despejam 125 famílias de supostos afiliados do Daesh
    Daesh pôs armadilha em vala comum perto de Mossul
    Jornalista curda é morta durante cobertura de batalha por Mossul
    Batalha por Mossul ocidental se intensifica com avanço do exército iraquiano
    Tags:
    deslocados, ajuda humanitária, Daesh, ONU, Farhan Haq, Mossul, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar