17:54 18 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 11
    Nos siga no

    Falando no âmbito do clube de discussão Valdai um especialista árabe sugeriu envolver a população sunita no combate contra os terroristas.

    O especialista Jamal Khashoggi, ex-gerente do canal de notícias Al-Arab e conselheiro do embaixador da Arábia Saudita em Londres e Washington em questões da mídia, partilhou da sua visão relativamente à situação no Oriente Médio. Segundo Khashoggi, é melhor atrair a população civil à luta contra o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia). Além disso, ele acredita que seria melhor envolver a população sunita da Síria e do Iraque do que os militares do Irã.

    "Quanto à questão se o Irã se tornará de fato um apoiante eficaz na luta contra os terroristas na Síria, em particular contra o Daesh e a Al-Qaeda [ambos proibidos na Rússia], acredito que não", disse.

    Na sua opinião, seria melhor envolver a população da cidade síria de Raqqa e os sunitas do Iraque, que não escolheram os terroristas do Daesh como seus representantes. 

    Khashoggi sublinhou especialmente que "para os EUA e a Rússia, é muito melhor cooperar com a população sunita local na Síria do que chamar militares iranianos para combater o Daesh em Raqqa".

    Ele argumentou sua posição também pelo fato de que os civis locais conhecem bem a região e estão muito motivados, visto que sabem que defendem a sua terra.

    "Eles não querem os terroristas lá, eles não lhes escolheram, os terroristas ocuparam as suas terras pela força. Ficar sob o poder do Daesh não é algo que os sírios queiram ou ao qual aspirem", destacou.

    No momento o grupo terrorista Daesh é uma das maiores ameaças à segurança no mundo. Em três anos os terroristas conseguiram tomar territórios significantes do Iraque e da Síria, parte dos quais já foi reconquistada. 

    Não existe uma frente única para combater os jihadistas: contra o Daesh lutam as tropas governamentais sírias com apoio da Força Aeroespacial russa, o exército do Iraque, a coalizão internacional chefiada pelos EUA e também os curdos, bem como militantes xiitas do Líbano e do Iraque. A Turquia com participação da oposição síria realiza sua operação Escudo do Eufrates na Síria contra os terroristas do Daesh.

    Mais:

    Qual será a tática das Forças Armadas turcas em uma eventual operação em Raqqa?
    Tags:
    Síria, Iraque, Daesh, terrorismo, opinião, população
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar