21:11 12 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Manifestantes com bandeiras da Frente al-Nusra, principal grupo da Tahrir al-Sham

    Tahrir al-Sham assume responsabilidade por ataques em Homs

    © REUTERS / Khalil Ashawi
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1715
    Nos siga no

    O chefe militar da aliança jihadista conhecida como Tahrir al-Sham afirmou nesta segunda-feira que o grupo é o responsável pelos ataques terroristas que atingiram a cidade síria de Homs no último sábado, matando dezenas de pessoas.

    Em mensagem de vídeo divulgada hoje, Abu Mohammad al-Golani disse que os atentados realizados por cinco homens-bomba da organização, que tem como principal grupo a Fatah al-Sham (Frente al-Nusra), no final de semana são apenas o início de uma série de ataques que incluirão diferentes táticas terroristas. 

    "Aquele trabalho não foi nada além de um (trabalho) em uma série de ataques que virão em sequência", afirmou o jihadista, garantindo que mais de 50 membros das forças de segurança do governo sírio teriam morrido nos ataques.

    "O regime entende apenas a linguagem da força e do sangue", disse o terrorista, citado pela agência Reuters

    Mais:

    Mais de 15 mortos na sequência de ataque terrorista na cidade síria de Homs
    Combate do exército sírio com Daesh no deserto perto de Homs (VÍDEO)
    Tags:
    terrorismo, homem-bomba, Reuters, Frente Fatah al-Sham, Frente al-Nusra, Abu Mohammad al-Golani, Homs, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar