00:02 13 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 41
    Nos siga no

    A Turquia continuará a ofensiva para retomar a cidade síria de Manbij, declarou o conselheiro do presidente turco, Ilnur Cevik, na segunda-feira (27).

    Segundo ele, com a tomada da cidade, a operação na Síria terminará.

    Cevik destacou que 85% do território de Manbij e arredores estão sendo controlados por militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (proibido na Turquia).

    "Agora a Turquia fará o máximo possível para fazer com que a população árabe retorne a Manbij e para limpar a cidade de militantes curdos. Tomada Manbij, a Turquia vai parar com a sua operação na Síria", acrescentou o conselheiro.

    Cevik fez estas declarações ao discursar na conferência "Relações Turquia-Rússia: do período de tensões até o fortalecimento da cooperação" que foi organizada pelo jornal Sabah e pelo Departamento de informações e imprensa do governo da Turquia.

    Ao longo das últimas semanas, o exército sírio tem se aproximado de Al-Bab, controlada pelo Daesh (organização terrorista proibida na Rússia), a partir do oeste e do sul, enquanto as forças lideradas pela Turquia tem tentado avançar e libertar a cidade, localizada a cerca de 40 quilômetros ao nordeste de Aleppo e tomada pelo grupo terrorista em 2013.

    O Exército da Turquia começou a operação Escudo do Eufrates contra o Daesh em 24 de agosto de 2016, tendo libertado a cidade fronteiriça de Jarablus, no norte da Síria, com a participação da oposição síria. O principal objetivo da missão é eliminar os terroristas que dominam uma área de cinco mil quilômetros quadrados, para criação de uma zona segura, que será usada também para instalação de refugiados.

    Mais:

    Estado-Maior turco: Al-Bab está sob pleno controle da oposição e exército da Turquia
    Delegações da Turquia e da oposição síria chegam a Astana para conversações de paz
    Tags:
    curdos, militantes, operação, ofensiva, Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), Daesh, Aleppo, Al-Bab, Manbij, Síria, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar