22:17 19 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    590
    Nos siga no

    O diretor executivo da corporação estatal russa Rostec, Sergei Chemezov, anunciou que a campanha antiterrorista da Rússia na Síria contribuiu para a demanda global por armas russas.

    "As atividades contra o grupo terrorista Daesh, que a Rússia está realizando na Síria, demonstraram as nossas capacidades e o potencial tecnológico…", destacou Chemezov, entrevistado pelo jornal Defense News.

    Segundo ele, a aviação e os navios russos "comprovaram ser bastante eficientes", bem como o grupo de mísseis, sendo estas a razão pela qual "essas ações militares exercem uma influência positiva para as vendas de armas russas".

    A Síria vive desde março de 2011 um conflito armado em que as tropas governamentais enfrentam grupos armados da oposição e de organizações terroristas como o Daesh e a Frente al-Nusra, ambas proibidas na Rússia. Moscou tem realizado sua campanha de combate ao terrorismo na Síria desde 20 de setembro de 2015 a pedido do presidente sírio Bashar Assad.

    Mais:

    Ministro russo: operação militar na Síria parou as revoluções coloridas
    Riad destaca papel central de Moscou na resolução da crise na Síria
    Tags:
    campanha russa, aviões, armas, mísseis, venda, Defense News, Daesh, Frente al-Nusra, Rostec, Sergei Chemezov, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar