03:45 23 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1231
    Nos siga no

    A Turquia precisa da ajuda da Rússia e do Irã para resolver o conflito sírio, disse o ministro das Relações Exteriores turco, Mevlut Cavusoglu.

    "O regime de cessar-fogo [na Síria] deve ser reforçado através de esforços conjuntos, precisamos do apoio da Rússia e, em alguns casos, do apoio do Irã, e, neste sentido, já alcançamos muito", disse Cavusoglu na Conferência de Segurança de Munique.

    Além disso, Cavusoglu salientou que o acordo assinado em Astana sobre a Síria desempenha um papel importante no restabelecimento da confiança entre as partes em conflito.

    "O acordo em Astana tem sido um passo importante que contribue no restabelecimento da confiança", reforçou o ministro durante a Conferência de Segurança de Munique.

    Em 16 de fevereiro, a segunda rodada de negociações sírias – impulsionada pela Rússia, Turquia e Irã – foi realizada na cidade de Astana. A primeira se deu lugar na capital cazaque nos dias 23 e 24 de janeiro, quando foi decidido executar um mecanismo de monitoramento do cessar-fogo no país árabe.

    A Síria vive desde 2011 um violento conflito civil entre forças do governo e diversos grupos da oposição do país, muitos dos quais reconhecidos internacionalmente como organizações terroristas. De acordo com a ONU, a guerra já provocou a morte de mais de 300 mil pessoas.

    Mais:

    Terroristas do Daesh executam 200 prisioneiros de facções rivais na Síria
    Curdos pedem que Rússia defenda federalização da Síria
    Opinião: transferência das Colinas de Golã para Israel arruinará progresso da paz na Síria
    Tags:
    Conferência de Segurança de Munique, Mevlut Cavusoglu, Turquia, Irã, Rússia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar