12:20 24 Abril 2017
Ouvir Rádio
    Fumaça liberada em ataque aéreo realizado pelas forças do governo sírio numa região da província de Daraa tomada por rebeldes, sul da Síria, 26 de outubro de 2016

    Terroristas bombardeiam bairros civis de Daraa

    © AFP 2017/ MOHAMAD ABAZEED
    Oriente Médio e África
    URL curta
    128105

    Grupos ilegais de militantes, que não cumprem o regime de cessar-fogo, bombardearam com mísseis os bairros civis da cidade de Daraa no sul da Síria, informou a televisão estatal na sexta-feira (17).

    Segundo informação da televisão, ogivas foram explodidas no território de Al-Kyashif, resultando em pelo menos cinco feridos e um morto. Os ataques também danificaram significativamente à infraestrutura urbana e propriedades privadas.

    Nos últimos dias, a situação em Daraa tem piorado: regimentos armados dos terroristas regularmente realizam ofensivas para penetrar em defesa das forcas governamentais, bombardeando, ao mesmo tempo, os bairros civis da cidade.

    As tropas governamentais já há alguns meses conduzem uma luta incansável contra os extremistas em uma das frentes principais — a província de Daraa, que partilha a fronteira com Jordânia. É na Jordânia onde, segundo informam a mídia, desde 2013 realiza-se o programa de preparação da oposição síria para o combate às forças do presidente sírio, Bashar Assad. Segundo dados do jornal The New York Times, esse programa é realizado pela CIA em conjunto com outros países aliados, incluindo a Arábia Saudita.

    A cidade de Daraa, localizada ao sul de Damasco e perto da fronteira com a Jordânia, é controlada pelas tropas do governo. Os terroristas, por sua vez, ocupam uma série de povoados ao norte e oeste de Daraa, incluindo pontos de controle fronteiriços.

    Desde março de 2011, Síria vive conflito armado no qual o governo enfrenta grupos de oposição armados e organizações terroristas, incluindo Daesh e Frente al-Nusra (proibidos na Rússia e em vários outros países). A guerra na Síria, segundo avaliações da ONU, já provocou a morte de 300 a 400 mil pessoas.

    Mais:

    Exército sírio impede avanço da Frente al-Nusra em direção a Daraa
    Exército sírio destrói unidade da Frente Fatah al-Sham na província de Daraa
    Exército sírio elimina quase todos os jihadistas da Frente al-Nusra no sul de Daraa
    Mais de mil militantes largam armas em Daraa, na Síria
    Tags:
    força militar, tropas, militantes sírios, grupos armados, ataques à bomba, bombardeio, CIA, ONU, Frente al-Nusra, Daesh, Bashar Assad, Jordânia, EUA, Damasco, Daraa, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik