21:28 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Manifestantes com bandeiras da Palestina

    Palestinos advertem Trump quanto às consequências em abandonar a solução de dois estados

    © AP Photo / Adel Hana
    Oriente Médio e África
    URL curta
    322
    Nos siga no

    O presidente dos EUA, Donald Trump, evitou comprometer-se a apoiar a solução durante uma coletiva de imprensa realizada na Casa Branca nessa quarta-feira, com o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu, com quem se encontrou pela tarde.

    Para os palestinos, a posição do novo presidente dos Estados Unidos é muito alarmante. "Se a administração Trump rejeitar esta política, ela destruirá as oportunidades de paz e minará os interesses dos EUA", disse Hanan Ashrawi, do Comitê Executivo da Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

    "A única alternativa para a solução de dois estados é um Estado com direitos democráticos iguais para todos", disse o Secretário Geral da OLP, Saeb Erekat. Erekat acrescentou que Netanyahu "está levando a um futuro de apartheid".

    O conceito de uma solução de dois Estados para o conflito em curso entre israelenses e palestinos estipula a criação de "dois estados para dois grupos de pessoas". A maioria da comunidade internacional concorda há décadas que esta é a única forma realista de pôr fim ao conflito.

    Mais:

    Opinião: Trump começa a dar reviravolta de suas políticas relacionadas a Israel
    França reforça discurso em defesa do Estado palestino
    Palestinos são detidos em seu próprio território por autoridades israelenses
    Tags:
    Casa Branca, Comitê Executivo da Organização para a Libertação da Palestina, Organização para a Libertação da Palestina, Saeb Erekat, Donald Trump, Benjamin Netanyahu, Israel, Palestina, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar