06:15 19 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    791
    Nos siga no

    O Ministério da Defesa russo informou na sexta-feira (03) que o grupo aéreo do porta-aviões Admiral Kuznetsov eliminou mais de 1.000 alvos dos terroristas durante a sua missão na Síria.

    "Pela primeira vez na história da Marinha russa, caças embarcados de um porta-aviões realizaram missões militares lançando ataques a partir do navio contra postos de comando dos terroristas, centros de controle, grupos de militantes, posições de fogo e fortificações de terroristas", informou o ministério.

    No decorrer da missão, os aviões do Admiral Kuznetsov fizeram 420 saídas, inclusive 117 delas noturnas, e 750 missões de busca, resgate e suporte.

    Antes no mesmo dia foi informado que o grupo aéreo do porta-aviões russo está regressando à sua base em Severomorsk, cidade do norte da Rússia.

    Em outubro de 2016, o grupo naval russo consistindo do Admiral Kuznetsov, cruzador Pyotr Veliky, destróieres antissubmarino Vitse-Admiral Kulakov e Severomorsk e navios de apoio, foi enviado ao Mediterrâneo. Desde então, o grupo de aviação embarcada do porta-aviões participou da operação antiterrorista até 6 de janeiro de 2017.

    Em janeiro, a Rússia decidiu reduzir sua presença militar na Síria, começando com a retirada do grupo da Frota do Norte da Rússia liderado pelo Admiral Kuznetsov.

    Mais:

    Por que porta-aviões russo Admiral Kuznetsov é melhor que os rivais da OTAN? (VÍDEO)
    Imagens do porta-aviões Admiral Kuznetsov nunca vistas anteriormente! (VÍDEO)
    Como o porta-aviões russo Admiral Kuznetsov compete com seus rivais dos EUA?
    Tags:
    ataques, terroristas, porta-aviões, Pyotr Veliky, Admiral Kuznetsov, Vitse-Admiral Kulakov, Marinha da Rússia, Mediterrâneo, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar