16:21 22 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Soldados do Exército governamental e milícias da Síria nos arredores de Al Qaryatayn, na província de Homs, Síria, 3 de abril de 2016

    Após operação militar relâmpago, exército sírio liberta territórios ocupados

    © Sputnik / Mikhail Voskresensky
    Oriente Médio e África
    URL curta
    3212
    Nos siga no

    Um comandante operacional informou, na quarta-feira (1), à Sputnik Árabe que o exército sírio libertou de terroristas do Daesh (organização proibida em muitos países, incluindo a Rússia) novos territórios na parte oriental da província de Homs.

    "As unidades do exército sírio e das forças aliadas efetuaram uma operação militar relâmpago no sul e sudoeste da povoação de Tiyas e do aeródromo T4, a oeste de Palmira, em direção a Mazraa-Fidda, Bir-Fidda e às ruínas do antigo castelo de Qasr Al-Heir Al-Gharbi. A ofensiva foi conduzida com apoio de artilharia e aviação", declarou o comandante operacional.

    A fonte apontou à Sputnik Árabe que a operação militar resultou na recuperação do controle sobre Mazraa-Fidda, Bir-Fidda e ruínas de Qasr Al-Heir Al-Gharri. No decurso da operação, o material militar do adversário foi danificado, dezenas de terroristas foram mortos ou feridos. No decurso da operação o exército da Síria não sofreu danos.

    © Sputnik .
    Exército sírio em Homs

    Entretanto, já 32 povoações e fazendas foram libertadas ao nordeste de Aleppo, cita a agência SANA a declaração das Forças Armadas da Síria.

    "A operação tem como objetivo alargar a zona segura ao redor de Aleppo e permite aumentar a escala da operação militar contra o Daesh, estendendo, assim, a área de influência das Forças Armadas da Síria e estabelecendo o controle sobre as rotas entre o norte e o leste de Aleppo", declarou o comando militar.

    Mais:

    Sputnik destaca com exclusividade principais pontos do novo projeto da Constituição síria
    EUA fornecem veículos blindados à Coalizão Árabe Síria para combater Daesh
    Analista: 'política de Obama na Síria foi uma catástrofe'
    'Criar uma nova república é a única maneira de manter Síria unida'
    Cerca de 300 rebeldes depuseram as armas no sul da Síria
    Tags:
    tropas sírias, territórios ocupados, ofensiva, aliados, controle, operação militar, terroristas, base aérea, Exército Sírio, Forças Armadas, Daesh, Homs, Aleppo, Palmira, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar